Evento discute como aumentar participação feminina nos setores de tecnologia e ciências exatas

Foto: Unsplash

É facil perceber que mulheres e meninas têm baixa representação nas áreas do conhecimento chamadas de STEM, que abrange o ensino de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. “É algo que vem desde a educação básica, fase na qual muitas meninas não recebem o mesmo estímulo que os meninos possuem por essas áreas. Trata-se de um problema mundial. Hoje, sabe-se que equipes diversas conseguem entender melhor os problemas da sociedade e dos negócios, e por isso conseguem inovar mais e gerenciar melhor os riscos”, diz a diretora de Diversidade e Inclusão da EY para a América Latina, Adriana Carvalho.

A fim de promover discussões sobre a inserção e o protagonismo de meninas e mulheres nessas áreas, a EY Brasil, em parceria com ONU Mulheres, Rede Brasil do Pacto Global e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), realiza nesta quinta-feira, dia 11 de fevereiro, a partir das 15h, o Encontro Mulheres e Meninas na Ciência.

O evento, que será transmitido por meio da plataforma Zoom, é voltado a mulheres estudantes do ensino médio ou universitário e em início de carreira, além de gestores de Recursos Humanos e Responsabilidade Social, entidades do Terceiro Setor e áreas do governo que lidem com o tem a não só no Brasil, mas nos países vizinhos Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

Participarão do evento entre outros, o CEO da EY no Brasil e América do Sul, Ted Acosta; a líder de mercados de tecnologia no sul da América Latina e líder do grupo Women in tech, Denise Marconi; a líder regional do Programa Ganha-Ganha, da ONU Mulheres, Esther Corral Cutillas; o coordenador do Programa de Ciências Humanas e Sociais da Unesco, Fábio Soares Eon; a pneumologista e pesquisadora Letícia Kawano; o diretor de parcerias estratégicas da Rede Brasil do Pacto Global, Marcelo Linguitte; a sócia e membro do board da Abstracta, Sofia Palamarchuk; a professora e pesquisadora Zélia Ludwig e a head de Relações Institucionais da Mauricio de Sousa Produções, Larissa Purvini.

No site www.ey.com/pt_br/mais-mulheres-e-meninas-na-ciencia é possível fazer a inscrição, que é gratuita, e obter mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *